11 de outubro de 2018

Alunos do 8º ano promovem oficinas de beleza, jogos e bate papo em visita a Casa do Ancião

Nesta quinta-feira (11), alunos da 8ª série do Ensino Fundamental visitaram os idosos da Casa do Ancião São Vicente de Paulo, em Porto Velho, como parte do projeto Prazer em Conhecer, Chance de Aprender, desenvolvido dentro da disciplina de Relações Humanas, com a professora Luzinete Gomes. Os alunos promoveram oficina de beleza, jogos, música e outras atividades com os idosos acolhidos pela entidade.

A professora explica que a temática sobre os direitos do idoso, vulnerabilidade social e outras questões ligadas a terceira idade no Brasil e no mundo é discutida em sala de aula com eles. O projeto objetiva aproximá-los dessa realidade, muitas vezes distante, e promover esse contato, conhecer histórias e despertar a empatia.

Cerca de 30 idosos são atendidos pela casa. A Estudante Giovana Lara Almeida conta que foi a primeira vez que visitou o local e que pretende voltar mais vezes. “Eles são legais, muito gentis, é bom conversar com eles, deixou nosso dia mais alegre. Achei incrível”, diz. Segundo ela, o contato fez com que enxergasse os próprios avós nos idosos da casa. “Minha avó também é muito alegre, muito anima, então me lembraram muito ela”.

Gabriel Barros também elogiou a simpatia dos velhinhos durante o bate papo e jogos com eles. Um dos pontos que chamou sua atenção foi a distância das famílias. “Um deles contou que tem muitos filhos, mas que nenhum vem visita-lo. Seria um contato importante, ao menos uma vez na semana, mas não acontece e eles ficam chateados”, contou.

O momento com os idosos, além de prazeroso, segundo a estudante Giulliana Maciel, é importante para ampliar o entendimento dos alunos quanto às distintas realidades sociais. “A gente toma consciência de que nem tudo é perfeitinho, que nem todo mundo tem uma condição tão boa. Essas experiências contribuem para nos tornarmos pessoas melhores, principalmente com relação ao egoísmo, fazendo a gente enxergar que o próximo também precisa de ajuda”, finaliza a estudante de 13 anos, que planeja retornar a casa para outras visitas com a família.

O projeto realiza atividades na Casa do Ancião pelo menos uma vez ao mês há nove anos. Doações também são arrecadas e entregues à instituição.

Confira as fotos da visita:

Assessoria de Comunicação

Compartilhe