11 de agosto de 2019

11 de agosto: Dia do Estudante, do Advogado e dos Pais – Artigo do professor Ruzel Costa

A importância dos estudos, da escola e dos professores.

 

Segundo a estudante Thaysllyni Bertotti “Estudar não é uma tarefa fácil, ainda mais quando não sabemos ao certo o que queremos para o nosso futuro, porém uma coisa é certa: queremos ser o melhor. Para isso é preciso compreender a importância que a escola tem em nossas vidas e darmos valor a ela. A escola não é só exatas, humanas ou biológicas, é também cultura, respeito, socialização, um lugar onde o estudante aprende que estudar não serve só para tirar uma nota boa na prova, serve para ser um bom cidadão, além de aprender a viver em sociedade, uma vez que a escola é um dos pilares principais para a interação e valorização das diferenças, ora raciais, ora portadores de deficiência.

 

Mas afinal, quem são os estudantes? São todos aqueles que sempre estão se atualizando e buscando conhecimento, aqueles que sabem que nunca é demais saber mais um pouco, sendo criança, adulto ou idoso. Desde o nosso nascimento somos aprendizes e jamais devemos parar de ser, pois, com todo o aprendizado que nos foi dado, temos o direito, ou melhor, a obrigação de mudar o mundo porque, temos esse poder.

 

O ambiente escolar é de suma importância visto que é o primeiro laboratório de socialização, onde fazemos nossas primeiras amizades e compreendemos o valor que os professores têm em nossa sociedade.  Eles são os pilares de um país e nos ajudam a perceber que tudo é possível com esforço e dedicação.

 

Por fim, o dia do estudante é comemorado com o intuito de valorizar cada vez mais todos aqueles que se encaixam nesse âmbito, uma vez que sem o aprendizado não haveria tantos avanços e conhecimentos sobre diversas áreas. Sendo assim, é de suma importância reconhecer os valores dos docentes que transmitem conhecimentos para os discentes, sem jamais esquecer que somos eternos aprendizes e que com todo conhecimento adquirido, concomitante a Mahatma Gandhi, sejamos a mudança que desejamos ver no mundo. Estudante é mudança. Estudante é evolução.  Feliz dia do estudante”.

Histórico

 

Em 11 de agosto de 1827, o imperador D. Pedro I instituiu no Brasil os dois primeiros cursos de ciências jurídicas e sociais: um na cidade de São Paulo e o outro na cidade de Olinda em Pernambuco, que mais tarde foi transferido para Recife. Até então, todos os interessados em estudar as Direito tinham de ir a Coimbra, em Portugal, que abrigava a Faculdade mais próxima. Em São Paulo o lugar escolhido para o curso foi o Convento de São Francisco, no centro da cidade, construído em meados do século XVII.

 

Cem anos após sua criação dos cursos de direito, foi proposto que a data fosse escolhida para homenagear todos os estudantes e advogados.

 

No Capítulo III da Constituição Federal Brasileira Artigo 205 consta: “A Educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a consolidação da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”

Temos que cobrar o que está inscrito na nossa Constituição, mas também devemos participar, discutir, analisar, questionar o atual cenário político e socioeconômico em que vivemos atualmente. Refletir, qual a nossa contribuição para a melhoria do país.

 

Dia Internacional do Estudante

É comemorado em 17 de novembro e faz referência à resistência estudantil à ocupação nazista na antiga Tchecoslováquia, em 1939. A data foi escolhida pelo Conselho Internacional de Estudantes (atual União Internacional dos Estudantes) em 1941, em Londres na Inglaterra, como forma de homenagear a resistência e, sobretudo, ao tcheco Jan Opletal, que acabou morto em 11 de novembro de 1939 aos 24 anos de idade.

 

Estudar Vale a Pena?

 

Para o estudante Pedro Vinícius Neves Claros Sim “Estudos, a palavra que pôde proporcionar o lugar que estou hoje, mas também sei o trabalho que é se dedicar, mudar e abandonar certos hábitos. Sobre meu ensino médio tive o privilégio de poder estudar de forma integral, não era o aluno mais dedicado, porém era o que precisava ser. Não me afogava em estudos, porque isso também é um erro, afinal somos estudantes e devemos sair as vezes para poder esfriar a cabeça, mas sempre lembrando onde deve estar o foco. Bom, os estudos atualmente estão me proporcionando coisas que jamais esperei ter por causa dele. No ano de 2018 graças aos estudos e meus companheiros de equipe pude representar meu estado, Rondônia, na etapa nacional das Olimpíadas de Robótica no estado da Paraíba, foi então que percebi que estudar poderia me levar a algo realmente grande. Hoje estou morando em Dublin, na Irlanda, entretanto recentemente recebi um e-mail comunicando sobre minha aprovação em uma das faculdades mais antigas da Europa, a Universidade Coimbra em Portugal, onde mais uma vez meu esforço está me levando a algo que era inimaginável. Porém, aqui estou eu, um porto-velhense com saudade da minha terra, mas embarcando para Portugal para estudar o curso que sempre sonhei. E pra você estudante de qualquer área, não desista do que possa ser uma oportunidade, elas são únicas e apenas quem realmente é forte aceita e é capaz de conquistar seus sonhos.

Feliz dia do Estudante”.

 

O jovem estudante de Cachoeiro de Itapemirim, cidade localizado no estado do Espírito Santo, começou o ano de 2019 com a sensação de dever cumprido: foi aprovado em medicina em cinco universidades públicas, estudando também em casa. A escolhida do Leonardo Martins Adriano, de 19 anos, foi a Universidade de São Paulo (USP), considerada a melhor faculdade de medicina da América Latina.

O Curso de Medicina é o sonho de muitos estudantes.

 

Porém, vários problemas afetam a educação no país como a falta de vagas, a deficiência na logística do transporte escolar, o trabalho infantil, que atinge crianças a partir dos 04 anos de idade, uma solução para erradicar a questão estaria no ensino integral, a escolha entre escola ou trabalho, a violência, o vandalismo por parte de muitos estudantes, a questão das drogas.

O bullying outro grave problema que aparece com atitudes agressivas negativas, intencionais e repetitivas adotadas por um ou mais alunos contra um ou contra um grupo sem motivação evidente, causando dor, angústia e sofrimento. Executadas em uma relação desigual de poder. São sinais da vítima: não querer ir mais ou mudar de escola, pedir para mudar de turma, queda brusca no rendimento escolar, isolamento, depressão. A questão é tão importante e preocupante que na Novela A Dona do Pedaço exibida no horário nobre pela Rede Globo discute o assunto.

 

A estudante Beatriz Torriani Lemos comenta “11 de agosto é comemorado o dia no estudante em todo o Brasil, entretanto esta data deve ser considerada não apenas uma data comemorativa aos alunos, mas também um momento de reflexão sobre como está se direcionando a educação brasileira.

O primeiro ponto a se destacar é se nós alunos realmente estamos aproveitando as oportunidades que nos são dadas e se estamos adquirindo o conhecimento necessário para seguirmos nossas vidas após esse longo período de estudos, afinal um bom estudante não é apenas uma pessoa que decora conteúdos extensos de uma apostila, mas sim alguém que desenvolve um pensamento crítico e uma boa consciência capaz de utilizá-los para melhorar nosso país futuramente.

Além disso, deve-se refletir se o Estado está de fato oferecendo uma boa educação básica a todos os cidadãos brasileiros, investindo em escolas, professores e projetos que consigam prestar uma educação de qualidade a todos. Pois um país que não investe na educação, coloca uma barreira na sua evolução”.

 

Advogado – sempre, sempre estudando

Ser Advogado é ser justo, sempre. Ser intransigente com a injustiça e a ilegalidade. Ser solidário com o inocente e ser duro com o infrator. Servir aos opulentos com altivez e aos indigentes com caridade. Amar a Pátria, guardar a fé em Deus, na verdade e no bem”. (OAB – Cruz Alta – RS).

 

No “Art. 133 – O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.

Constituição Federal – 1988.

 

Juramento do Advogado, muito interessante

“Prometo exercer a advocacia com dignidade e independência, observar a ética, os deveres e prerrogativas profissionais e defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, os direitos humanos, a justiça social, a boa aplicação das leis, a rápida administração da Justiça e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas”.

 

Alerta às Mulheres – onda crescente de violência

“Gostaria de informar a todas as mulheres do Estado de Rondônia que existem meios para punir a falta de respeito e agressões em face das mulheres. Quando forem violentadas por seus parceiros não precisam aguentar a violência caladas por medo de serem novamente agredidas, o melhor caminho é se dirigir até a Delegacia da Mulher e registrar uma ocorrência policial em face do agressor.

Nos casos de perseguição ou ameaça de morte as mulheres podem estar solicitando “medidas protetivas”. O objetivo principal da medida protetiva é obviamente, garantir a integridade física da mulher, pois com tal medida podem levar, no máximo possível, uma vida normal, digna e que possa lhe proporcionar tranquilidade para continuar trabalhando, criando filhos, exercendo diversos atos importantes de sua vida civil, com a maior tranquilidade”. Advogada Elda Luciana Oliveira Melo – Porto Velho.

 

 

Dia dos Pais – origem da data

Parece que o primeiro registro do dia dos pais, foi descoberto nas ruínas da Babilônia, atual Iraque. Arqueólogos encontraram uma placa feita de barro com aproximadamente 4000 anos, onde um jovem esculpiu um cartão onde desejava a seu pai sorte, saúde e vida longa.

 

No mundo contemporâneo, a ideia de comemorar o dia dos pais surgiu em 1909, quando a norte-americana Sonora Louise (1882-1978) filha de um veterano da guerra civil, que  ao ouvir um sermão dedicado às mães, teve a ideia de celebrar o Dia dos Pais. A inspiração de Sonora foi o próprio pai, que viu sua esposa falecer no parto do sexto filho, e teve que criar o recém-nascido e seus outros cinco filhos sozinho.

 

No Brasil, a ideia foi importada dos Estados Unidos pelo publicitário carioca Sylvio Bhering, e foi comemorado pela 1º vez no dia 14 de agosto de 1953 em uma sexta-feira dia de São Joaquim, patriarca da família, mas a data foi modificada para o 2º domingo de agosto por motivos comerciais e por ser mais propício às reuniões de família.

 

Felicidades a todos que estudam!

Professor Ruzel Costa – Colégio e Curso Sapiens.

 

Assessoria de Comunicação

Compartilhe